“Não tem estado fácil, nem para ti nem para mim. Tanto temos pontos altos no caminho como pontos baixos, e andamos ambos cansados. Já nos tiraram coisas a mais, tenha sido o tempo, as pessoas, ou até mesmo o simples rumo que as coisas levam. E não, não somos como quem vive em redor. Somos diferentes. Por tudo e por nada, acho que crescemos mais que o devido, acho que subimos degraus a mais para o tempo que decorreu entretanto. E é difícil, ninguém cresce sem que doa, sem que se percam coisas pelo caminho. Encontrei-te numa das esquinas do meu caminho, e já nem te sei esconder as marcas que esses tempos deixaram em mim. E ainda bem que assim é. A verdade é que em pouco tempo consegui perceber quem tu eras, e o suporte que a tua presença me dá. Não és qualquer um, estás ali todos os dias, e não se limita a um estar físico. Estás comigo, no verdadeiro sentido. E assim estás, para tudo.
Vejo muita coisa em ti, e de verdade que te admiro. Seja pelo que enfrentas ou enfrentaste, seja pela forma como encaras as boas coisas ou as más, seja não só pelas palavras que dizes, como também a forma e a altura em que as dizes. Durante tanto tempo procurei no amor respostas para a minha procura da felicidade, que antes de ti nunca me tinha ocorrido que a única autêntica hipótese de ser feliz estava guardada nas amizades. Naquelas que valem a pena. Durante tanto tempo andei de rastos, por baixo de tudo, que me esqueci de que o que me podia elevar não eram nem as mãos dadas, nem as relações que sempre acabam depois de um grandioso começo. O que me podia na verdade trazer para o topo de novo eram os teus abraços, as tardes bem passadas, as conversas mais ou menos sérias, as palavras bem ditas e os sorrisos bem merecidos. E de uma forma ou de outra, quem me mostrou isso foste tu. E quanto a isso, lamento, mas julgo não ser capaz de explicar o quão significativo foi para mim. Atenuaste tudo o que me custava confrontar, sem nunca me privares de qualquer aprendizagem. Sinto que me percebes, preenches os meus dias sem que me invadas o meu espaço. E é assim que fazes parte. E gosto que seja assim, gosto de te conhecer como conheço. Gosto de te ter por aqui. E eu sei que, dê por onde der, eu e tu vamos chegar longe. Independentemente das dificuldades, das quedas ou dos maus bocados, eu estarei aqui, firme por ti, como a rocha em que encontras apoio mesmo sem pedir. Conta comigo, fica comigo, e lembra-te sempre de como fico desorientada sempre que não estás. Lembra-te sempre de que preciso de ti.”

(fiz isto para ti)

23 comentários:

  1. fiquei com um sorriso inocente quase como se me tivessem picado cebola nas mãos ...
    lindo, simplesmente....

    ResponderEliminar
  2. Era com grande orgulho que dia após dia te via com o teu mais que tudo . Transpareciam amor, alegria, eram (e continuam a ser) o casal mais bonito daquela escola. Se há coisa que se vê é que vocês foram feitos um para o outro. Duvido que algum dia alguém tenha a capacidade de destruir um amor tao grande e tao puro como é o vosso!

    Desejo-vos as maiores felicidades e espero, sinceramente, que voltem a estar juntos como antes!

    Sê feliz .
    Beijo .

    //Alguém que nao conheces mas que espera qe sejas feliz .//

    ResponderEliminar
  3. obrigado pelo comentário ( Anónimo ) :D
    mas podias dizer quem és ?
    mais uma vez obrigado !

    ResponderEliminar
  4. mesmo mesmo bonito :$


    28

    ResponderEliminar
  5. é de todo única a forma como escreves * Não me conti ao deixar aqui um comentário e ler mais uma vez as tuas palavras (:
    Cada vez mais fico (mais) contente por ter um blogue, simplesmente por ter o prazer de contemplar outras escritas tão bonitas, profundas, inspiradoras e ao mesmo tempo tão mágicas (:
    Parabéns ! **

    ResponderEliminar
  6. Vanessa, sem palavras completamente. Está mesmo lindo. Esse anónimo disse aquilo que todos pensam, disso podes ter a certeza.
    Espero que brevemente, te possa voltar a ver a sorrir e atrás do bloco no marmelanço, ahah
    Meu caralhinho preferido, és-me vida :$
    Obrigada por teres ido comigo!
    Amo-te melhor amiga dmv +.+

    ResponderEliminar
  7. - Digamos que até curto o teu blogsPot =p

    ResponderEliminar
  8. , Obrigado por seres mesmo seca ya ? -.-

    ResponderEliminar
  9. muito lindo, o texto e o blog :')
    vou seguir *

    ResponderEliminar
  10. "Encontrei-te numa das esquinas do meu caminho, e já nem te sei esconder as marcas que esses tempos deixaram em mim."
    Grande texto, gostei imenso.

    ResponderEliminar
  11. Desafio para ti no meu blog.. no post 'desafio' :)

    ResponderEliminar

escreve (me).